Voltar para   página anterior

Sertão do Apodi-RN receberá Unidade de Beneficiamento de Alimentos (UBA)


Por Acsa Macena

Óleo de girassol e gergelim, tahine, pasta de amendoim, sementes de adubação verde e muito mais. Entre os dias 28/11 e 01/12, a Diaconia, no âmbito do Projeto Algodão em Consórcios Agroecológicos, realizou uma oficina para implementação da Unidade de Beneficiamento de Alimentos (UBA) da Associação de Certificação Orgânica Participativa do Sertão do Apodi – ACOPASA/RN.

Um dos destaques para esse território é a maior participação de mulheres agricultoras na equipe de gestão da UBA, que integra a estratégia do Projeto/Diaconia de agregar valor aos demais produtos dos consórcios agroecológicos, assim como promover a profissionalização da organização de base da agricultura familiar que em breve entrará no mercado formal.

Através do “aprender fazendo”, as agricultoras que estarão na linha de frente da UBA puderam colocar a “mão na massa” e destacam os produtos que mais gostaram de produzir. Veja no vídeo!

Apesar da UBA da ACOPASA/RN está em fase de implementação, outras duas que estão localizadas no Sertão do Pajeú-PE e Sertão do Cariri-PB serão inauguradas neste ano para ampliar a oferta de alimentos saudáveis e produzidos com certificação orgânica participativa no Semiárido através da ASAP/PE e ACEPAC/PB, respectivamente.

As UBAs processarão 9 linhas de alimentos entre tahine, pasta de amendoim, óleo de gergelim, amendoim cru e torrado, gergelim fracionado, feijão e milho ensacado e outros, além de empacotar sementes de adubação verde, como feijão de porco, feijão guandu, crotalária juncea, entre outras.

Mais de 160 famílias agricultoras são ligadas à ACOPASA/RN, que é uma das 7 associações rurais de certificação orgânica participativa assessoradas pela Diaconia no âmbito do Projeto Algodão em Consórcios Agroecológicos e tem abrangência em 23 municípios, sendo 71 comunidades e 15 grupos locais.

Projeto Algodão em Consórcios Agroecológicos – É uma iniciativa coordenada pela Diaconia e tem apoio financeiro da Laudes Foundation através do IDH – Sustainble Trade Initiative, da Inter-American Foundation (IAF), da V. Fair Trade e o Instituto Lojas Renner. No incentivo à gestão e disseminação do conhecimento, o Projeto é parceiro estratégico do FIDA/AKSAAM/UFV/IPPDS/FUNARBE e da Universidade Federal de Sergipe (UFS, Campus Sertão – Nossa Senhora da Glória/SE). Ainda é parceiro do SENAI Têxtil e Confecção da Paraíba, Projeto + Algodão – FAO/MRE-ABC/IBA/Governo do Paraguai, Programa Mundial de Alimentos (PMA) e o Projeto Algodão Agroecológico Potiguar no Rio Grande do Norte. A área de atuação é em 7 territórios e 6 estados na região semiárida do Nordeste do Brasil. Há colaboração com ONGs locais (Instituto Palmas – Alto Sertão de Alagoas, ONG Chapada – Sertão do Araripe/PE­ e Cáritas Diocesana de São Raimundo Nonato – Sertão do Piauí) para a expansão do cultivo do algodão consorciado e fortalecimento dos Organismos Participativos de Avaliação da Conformidade (OPACs) – Associações Rurais de Certificação Orgânica Participativa. No Sertão do Cariri, na Paraíba, o assessoramento técnico está sendo realizado pela Arribaçã, tendo ainda a parceria com o CEOP – Território do Curimataú/Seridó.  No Sertão do Pajeú (PE) e Sertão do Apodi (RN), a Diaconia mantém escritórios e atividades e se encarrega da implementação das ações locais do Projeto e parceria com CPT – RN.