Voltar para   página anterior

Unidade de Beneficiamento de Alimentos (UBA) é inaugurada no Sertão do Apodi, no Rio Grande do Norte, com gestão impulsionada por mulheres agricultoras


Por Thamires Lima

O que era um sonho para agricultores e agricultoras da Associação de Certificação Orgânica Participativa do Sertão do Apodi (ACOPASA), no Rio Grande do Norte, agora se tornou uma realidade. No dia 23 de janeiro/2024, foi inaugurada uma Unidade de Beneficiamento de Alimentos (UBA) no Assentamento Ursulina, em Caraúbas (RN), após um longo processo de formação realizado pela Diaconia no âmbito do Projeto Algodão em Consórcios Agroecológicos junto com a ACOPASA-RN, que conta com 169 famílias agricultoras associadas.

Gestão da UBA da ACOPASA-RN será impulsionada por mulheres agricultoras

Maria Cândida, agricultora multiplicadora e presidente da ACOPASA-RN, celebra a inauguração e fala sobre as expectativas com a UBA. “Para nós que construímos a associação foi um momento histórico e marcante, um sonho realizado. Nossa expectativa é comercializar os produtos como o gergelim, o girassol, amendoim, entre outros”, conta. Ela ainda afirma que a conquista foi mais significativa na vida das mulheres agricultoras que irão gerenciar a UBA. “Na inauguração nós víamos o brilho nos olhos das pessoas, principalmente na vida das mulheres que estarão à frente desse processo”, conclui.

A UBA ampliará a oferta de alimentos saudáveis para a população, além de sementes de adubação verde, favorecendo o valor agregado dos demais produtos dos consórcios agroecológicos, como tahine, óleo de gergelim e girassol, pasta de amendoim e outros.

Altemar Bezerra da Silva, técnico da EMATER, afirma que a UBA simboliza um passo importante já que o Rio Grande do Norte é o primeiro estado a ter o óleo de girassol. “Nada mais justo que nós tentarmos ampliar a oferta de produtos para serem processados aqui. Se nós produzimos em Antônio Martins-RN, o consórcio de algodão, apenas com milho, feijão e gergelim,podemos adotar medidas para que eles/elas ampliem a produção de produtos que podem ser beneficiados aqui na UBA como  girassol, amendoim,  e outros produtos como adubadeiras”, conta.

Instrumentos utilizados para beneficiamento dos produtos agroecológicos

O deputado federal Fernando Monteiro marcou presença na inauguração e celebrou a conquista dos agricultores e agricultoras. “Aqui está concretizado tudo o que eu penso que é o melhor caminho para mudar a vida do povo do campo e do meio rural. Aqui não é só uma inauguração de uma unidade de beneficiamento. É uma unidade de beneficiamento de alimentos, e o que vai vender na Suíça, vai voltar um pouco para o agricultor e agricultora. Vocês estão fazendo história e é importante contar essa história em outros lugares para que as pessoas tenham certeza de que é possível produzir alimento saudável, comida de verdade”, conclui.   

Outra representante política que esteve na inauguração foi Divaneide Basílio, deputada estadual e presidente da Frente Parlamentar de Segurança Alimentar e Nutricional. “Nesse espaço tivemos uma aula de cidadania e produção de alimentos. Essa unidade de beneficiamento vai trazer não só luz para essa comunidade, mas para todo o Estado, o país e o mundo, ao receber esses produtos. Isso é muito simbólico, muito significativo. Queremos contribuir para essa ampliação, eu vejo que aqui tem um potencial enorme para fortalecer a prática da economia solidária no Estado, mas sobretudo, fortalecer as ações realizadas pelas mulheres”, conta.

Fábio Santiago (coordenador do Projeto Algodão/Diaconia) fala na inauguração da UBA no Sertão do Apodi/RN

De acordo com o coordenador do Projeto Algodão pela Diaconia, Fábio Santiago, é um momento histórico que começa a ser escrito no Sertão do Apodi-RN, a partir do funcionamento da UBA da ACOPASA-RN. “Agora são 3 UBAs em pleno funcionamento no âmbito do Projeto. Ou seja, ASAP-PE, ACEPAC-PB e ACOPASA-RN. A estratégia da UBA é dar luz às famílias agricultoras em participar de maior valor agregado das produções quando na comercialização. A ideia é que a partir da marca da ACOPASA-RN, seja possível chegar na sociedade alimentos de alto valor nutricional, como o óleo de gergelim, tahine, pasta de amendoim, entre outros. Ademais, avançar na comercialização de sementes de adubação verde. Isso vai dialogar com maior acesso a mercados dos outros produtos dos consórcios agroecológicos. Esperamos que haja maior impacto na renda das famílias agricultoras, e maior capitalização ao Fundo de Incentivo à Autonomia Financeira da ACOPASA_RN. O processo de formação para equipe de gestão da UBA continua, de modo a criar um modelo que possa evidenciar com transparência o fluxo de funcionamento, os resultados e os desafios a serem superados”, conclui.